Resenha: Menina má – William March

“Publicado originalmente em 1954, Menina Má se transformou quase imediatamente em um estrondoso sucesso. Polêmico, violento, assustador eram alguns adjetivoscomuns para descrever o último e mais conhecido romance de William March. Rhoda, a pequena malvada do título, é uma linda garotinha de 8 anos de idade. Mas quem vê a carinha de anjo, não suspeita do que ela é capaz. Seria ela a responsável pela morte de um coleguinha da escola? A indiferença da menina faz com que sua mãe, Christine, comece a investigar sobre crimes e psicopatas. Aos poucos, Christine consegue desvendar segredos terríveis sobre sua filha, e sobre o seu próprio passado também.”

 

Livro: Menina má
Autor: William March
Editora: Darkside
Número de páginas: 272

Nesse thriller psicológico, Menina má, vamos encontrar a história da família Penmark, mais precisamente Rhoda Penmark, uma menininha adorável de 8 anos de idade.
Rhoda é o tipo de criança que encanta a todos, é inteligente, bastante educada, super organizada e um amor de menina.

“O que você me dá se eu der para você uma cesta de beijinhos?”

Mas por trás da carinha de anjo Rhoda esconde o quão manipuladora, fria e calculista ela é. Até os carinhos que ela dá a mãe são calculados para conseguir o que quer.
A mãe de Rhoda, Christine, cria a filha sozinha pois o marido trabalha em outra cidade e eles se comunicam apenas por cartas. Christine lida com a saudade e a responsabilidade de educar a filha.

“A Sra. Penmark respondeu que gostaria, sim, acrescentando que a menina, quase desde bebê tinha sido uma espécie de charada tanto para ela quanto para o marido. Era algo difícil de precisar ou identificar, mas havia uma estranha maturidade no caráter da menina que julgavam perturbadora.”

Rhoda também gosta de ser a melhor em tudo que ela faz. Na escola onde ela estuda teve um concurso da melhor caligrafia, o aluno que mais se destacasse iria ganhar uma medalha, Rhoda já estava certa que a medalha já era dela, porém quem ganhou foi seu colega, Claude Daigle, isso deixa a menina furiosa. Em um belo dia a escola organizou um piquenique com todas as crianças da escola, Rhoda ficou o tempo todo perto de Claude querendo a medalha, algumas horas depois o menino desaparece, é encontrado morto e o mais curioso, sem a medalha e a menina foi vista no logo em que o corpo foi encontrado.
Depois do ocorrido Rhoda é expulsa da escola e o feito deixa Christine com uma pulga atrás da orelha.
Será que a menina de apenas 8 anos seria capaz de matar uma pessoa?

Antes de iniciar a leitura desse livro li algumas resenhas em outros blogs. Estava procurando um trilller psicológico pois nunca li nada do gênero, comprei ele em uma promoção na Amazon por R$ 25,50. Esse livro me prendeu do início ao fim, o autor construiu bem os personagens, consegue descrever bem os cenários e deixar um pequeno questionamento na nossa cabeça nas páginas iniciais do livro sobre Rhoda ser assassina ou não. No decorrer nas páginas muitos segredos são revelados onde nos prendem ainda mais. Algo que eu senti falta foi do pai da Rhoda, o Kenneth Permark, ele aparece apenas nas cartas que envia a Christine e nas últimas páginas do livro.

A edição da Darkside é maravilhosa, como sempre eles capricharam bastante.

Super recomendo esse thriller psicológico, não é muito pesado como alguns livros de terror. Não senti medo, mas fiquei muito angustiada em alguns momentos. A história é realmente muito boa.

Você já leu? Deixa o que achou sobre esse livro nos comentários. Se não leu, pretende ler?

12 comentários em “Resenha: Menina má – William March

  1. Gostei da proposta. Não conhecia o livro.
    Sei lá, mas mesmo sem lê-lo acho que tem alguma coisa por traz desta morte; acho que não foi ela, mas só lendo pra saber né?! rs

    Boa dica! Tema legal e também desconhecido por mim.

    Bjos.

  2. Oi Mylena!!! Esse livro é realmente incrível. Um ótimo trabalho de quem escreveu, claro, e da Editora Darkside. Tenho ele na minha coleção e acho lindo, com uma história bem interessante. Vale a pena compartilhar a indicação, bjooo

  3. Que resenha interessante. Bem escrita. Parabéns;
    eu nunca tinah ouvido falar nesse autor. Mas nossa, fiquei com dó do menino, quero ler o livro para descobrir quem o matou mesmo. Mas crianças manipuladoras é algo mais comum do que se imagina.
    Será que Rhoda é um pequena psicopata ? – Não me conta, vou comprar o livro quando eu puder kkk –

  4. Não conhecia o livro e nem o autor. Ao ler a resenha fiquei com aquele gostinho de saber o final dessa intrigante história. Vou adquirir 1 exemplar! Parabéns pela resenha e pelo blog! Bom trabalho! Vá Além!

  5. Oii! Li esse livro no mês passado e ele foi meio decepcionante. Ainda bem que paguei bem baratinho, senão teria me arrependido. A edição é mesmo lindaaaa, nisso a editora nunca deixa a desejar, mas achei a história muito superficial, até boba, em especial aquele final que deu vontade de ressuscitar a Christine só pra matar ela de volta. Burra demais!

    Duas Leitoras – no Top Comentarista de Abril você pode escolher entre 4 livros!

Deixe uma resposta